A Libertação de Cristo

 
“O colocaram na cruz e de lá, nunca mais o tiraram.
Cada dia, um novo espinho adicionado a já dolorosa coroa.
Cada dia, um novo rasgo em sua pele. Um novo prego.

Em seu nome, odeiam. Julgam. Matam.
Em seu nome, destilam preconceito. Criam templos e festividades, mas tudo que desejam é o seu dinheiro. A sua obediência sem questionamentos.
E não adianta não comer carne alguns dias se nos tantos outros, apunhala a carne da mulher, do negro, do gay, da lésbica, da trans, do pobre, do índio.

A cada guerra e morte feitas em seu nome, mas longe estamos da verdadeira ressureição. A da nossa felicidade, da nossa liberdade. Mais longe estamos da paz na terra aos homens e mulheres. E às não-mulheres e aos não-homens. Aos binários e não-binários.
A cada palavra de ódio, a cada agressão, mas distante o amar ao próximo como a si mesmo.

Enquanto não nos libertamos de todo o ódio, a cruz ficará mais pesada.
E em algum momento, ela se romperá. Em algum momento, não haverá mais nada que se possa fazer.

O momento é agora. Liberte-se. Viva. Seja.”
 
 
 
 

 

Tags: Fotografia, Photography, Ensaio Fotográfico, Ano: 2019

Facebook
Instagram
YouTube
Behance
Google+
Twitter
Linkedin
500px
Google Fotos
Pinterest
Flirck
Tumbler
  • TheredIconesbarra01
  • TheredIconesbarra02
  • TheredIconesbarra03
  • TheredIconesbarra04
Entre em Contato